Candidato à presidência do Equador promete expulsar fundador do Wikileaks

Guillermo Lasso, candidato à presidência do Equador, garantiu que se vencer, dará a Julian Assange, fundador do Wikileaks, um mês para deixar a embaixada equatoriana em Londres, onde o polémico activista está exilado há cinco anos.

Lasso é o fundador do movimento CREO, um partido liberal do Equador e é um dos nomes fortes para vencer as eleições deste ano. Apesar de seguir atrás nas sondagens, Lasso deverá passar à segunda volta das eleições.

Recentemente, em entrevista ao The Guardian, Guillermo Lasso considera que já é tempo de Julian Assange abandonar a representação diplomática equatoriana em Londres, onde está exilado há cinco anos. Lasso diz que “vamos cordialmente pedir ao senhor Assange que abandone [a embaixada] no prazo de 30 dias depois da tomada de posse”.

O candidato presidencial equatoriano considera que “os equatorianos estão a pagar o preço de terem de aceitar isto”, referindo-se ao facto de Assange estar a utilizar a embaixada do Equador para escapar a uma ordem de extradição para a Suécia, no que considera ser uma manobra dos Estados Unidos da América.

O The Guardian considera que Lasso tem vindo a ganhar cada vez mais a possibilidade de disputar a segunda volta, mas considera também que, mesmo que venha a perder, a situação na embaixada do Equador em Londres está a tornar-se insustentável. Recorde-se que recentemente o acesso à internet foi cortado no edifício que acolhe a embaixada.

Descomplicador:

Guillermo Lasso, candidato à liderança do Equador, disse em entrevista ao The Guardian que se vencer dará 30 dias a Julian Assange para deixar a embaixada equatoriana em Londres, onde o líder do Wikileaks está exilado há cinco anos, devido à ordem de extradição.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *