Associação dos Municípios questiona Índice de Transparência

A Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) colocou várias reservas quanto ao “alegado índice de transparência” publicado pela TIAC – Transparência e Integridade. O Panorama sabe que algumas autarquias fizeram alterações após o envio do contraditório e que as mesmas não foram tidas em conta.

Manuel Machado, presidente da Câmara de Coimbra e da ANMP colocou em causa este Índice de Transparência, que disse não ter “credibilidade” por “não ter uma base idónea, fundamentada”. O ranking deste ano colocou o município de Alfândega da Fé no topo e Penela em último lugar.

O presidente da associação de municípios diz que foram detectadas “situações de incongruência” e “erros técnicos grosseiros”, num ranking que, para Manuel Machado, “não se pode basear numa pesquisa apenas nos sites dos municípios para definir o que quer que seja sobre transparência”.

Assim, o líder da autarquia de Coimbra vem pedir aos responsáveis pelo estudo, explicações sobre o critério utilizado para a elaboração deste Índice de Transparência Municipal. O Panorama tomou conhecimento que algumas autarquias iam contestar o ranking, tendo em conta que o contraditório respondido pelas câmaras não foi levado em conta pelos autores do estudo, segundo os municípios.

Descomplicador:

O presidente da Associação Nacional de Municipíos, Manuel Machado, contestou o Índice de Transparência Municipal publicado pela TIAC, questionando os critérios do estudo. Para o também presidente da Câmara de Coimbra, o ranking “não se pode basear numa pesquisa apenas nos sites dos municípios para definir o que quer que seja sobre transparência”.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *