Ferro Rodrigues deu luz verde a nova Comissão de Inquérito

O presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, admitiu hoje o requerimento do PSD e do CDS que pede uma nova Comissão Parlamentar de Inquérito sobre a Caixa Geral Depósitos, mas desta vez para inquirir sobre a saída de António Domingues e sobre a actuação do Ministro das Finanças, Mário Centeno.

Ferro Rodrigues tinha admitido já que o requerimento “cumpria em absoluto os termos regimentais e constitucionais”, admitindo assim o requerimento assinado pelos dois partidos da direita parlamentar. O tema será já debatido na próxima Conferência de Líderes da próxima Quarta-Feira.

Na reunião entre os líderes parlamentares será definida a constituição da Comissão de Inquérito, com os líderes a indicarem quais os deputados que marcarão presença nesta comissão. Recorde-se que a Comissão de Inquérito sobre o processo de recapitalização era liderada inicialmente por Matos Correia, do PSD, que se demitiu e que foi substituído por Emídio Guerreiro.

Esta comissão potestativa não pode assim ver o seu objecto de inquérito alterado pela comissão, mesmo que a maioria dos deputados assim o queira. Após publicação do requerimento em Diário da República, Ferro Rodrigues tem 15 dias para dar posse aos deputados que vão integrar a comissão.

Descomplicador:

Ferro Rodrigues aceitou hoje o requerimento do PSD e do CDS que pede uma nova Comissão Parlamentar de Inquérito à volta da Caixa Geral de Depósitos, embora seja para analisar a saída de António Domingues e a actuação de Mário Centeno.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *