Costa em Angola só depois da saída de José Eduardo dos Santos

A visita de António Costa a Angola parece estar definitivamente adiada para depois das eleições, segundo avança hoje o jornal i. Caso o MPLA vença, o Primeiro-Ministro português terá assim que falar apenas com João Lourenço e não com José Eduardo dos Santos.

“Mesmo antes de o Ministério Público [português] acusar Manuel Vicente, que é a segunda figura do Estado angolano, a visita já estava errada no tempo desde o início”, diz uma fonte ao jornal i, acrescentando ainda que uma visita em “clima de pré-campanha não teria qualquer substância”.

A acusação do Ministério Público português a Manuel Vicente veio apenas confirmar uma tese que começava já a ganhar força dentro do Ministério dos Negócios Estrangeiros. Desde há vários meses que Portugal tem preparado esta visita, tendo tido agora um revés com o cancelamento da visita de Francisca Van Dunen.

O jornal i dá ainda como exemplo a visita a São Tomé e Príncipe, que sofreu alterações por força das circunstâncias politicas locais, apesar de no que toca a Angola, várias fontes diplomáticas garantirem que a visita está já comprometida.

Descomplicador:

António Costa visitará Angola apenas após as eleições. A decisão está já tomada entre o corpo diplomático português, segundo avança o jornal i, apesar de várias fontes garantirem que a visita está comprometida depois do processo de Manuel Vicente.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *