Rui Moreira recusa concorrer por partidos, apesar das dificuldades

O presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, garantiu hoje no seu artigo de opinião publicado no Correio da Manhã que não aceitará “boleia” de partidos para fugir aos constrangimentos que uma candidatura independente acarreta.

Rui Moreira tem sido um dos grandes críticos da lei eleitoral autárquica, parabenizando os actuais responsáveis governamentais pelas alterações feitas recentemente. O líder da autarquia portuense mostra-se para já satisfeito com a retirada de alguns factores de “imponderabilidade” da lei que rege as eleições locais.

O actual presidente, que anunciou já a sua recandidatura, disse no entanto que “preferiria sempre cumprir as mais estranhas exigências de um sistema eleitoral pouco amigo da participação cidadã”, agradecendo no entanto aos “três partidos que responderam ao repto que lhes lancei, viabilizando a alteração agora produzida, porque ela, não favorecendo ninguém, favorece a democracia”.

Ainda assim, Rui Moreira criticou a postura do PSD e do PCP por não terem sido “capazes de perceber que manter uma porta aberta na secretaria para que candidaturas legítimas pudessem ser eliminadas não beneficia a democracia e, logo, não ajuda o país”.

Descomplicador:

Rui Moreira garantiu em crónica publicada no Correio da Manhã que não vai aceitar a “boleia” de nenhum partido, para evitar os constrangimentos que uma candidatura independente acarreta.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *