Santana desafia Jorge Sampaio para debate televisivo

O ex-Primeiro-Ministro Pedro Santana Lopes desafiou Jorge Sampaio, ex-Presidente da República, para um debate “civilizado” na televisão, para debater o fim do executivo de 2004. O desafio surgiu após a publicação da biografia de Sampaio, onde abordou um dos episódios mais polémicos do seu mandato.

“Se o Dr. Jorge Sampaio porventura quiser falar disto civilizadamente perante as câmaras de televisão, eu tenho todo o gosto”, disse Santana Lopes, no seu espaço de comentário na SIC Noticias, acrescentando que Jorge Sampaio ficou com “peso na consciência” com a dissolução do Parlamento.

Em causa estão algumas declarações de Jorge Sampaio na biografia escrita por José Pedro Castanheira, onde disse que: “Fartei-me do Santana como primeiro-ministro, estava a deixar o país à deriva, mas não foi uma decisão ad hominem. Ninguém gosta de dissolver o Parlamento e eu tomei essa decisão em pouco mais de 48 horas. Hoje faria o mesmo, porque era preciso”, salientou Sampaio.

Para Santana Lopes, é curioso que “seja a semana em que o livro aparece, veja só. Essa dissolução deu origem aquilo de que andamos a falar todos os dias”, referindo-se ao facto de ter sido esta dissolução a abrir caminho a José Sócrates e ao processo de bancarrota que surgiu anos depois.

Descomplicador:

Pedro Santana Lopes desafiou Jorge Sampaio para um debate televisivo para esclarecer a dissolução do seu executivo em 2004. Para Santana Lopes, Jorge Sampaio está com “peso na consciência” por ter aberto caminho a José Sócrates.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *