Governo quer evitar tensões pré-autárquicas

O executivo liderado por António Costa quer a todo o custo evitar tensões com os parceiros de acordo parlamentar, CDU e Bloco de Esquerda, antes das eleições autárquicas. Assim, o objectivo é ter o Orçamento de Estado negociado aquando da realização das eleições.

O descongelamento da função pública e os escalões de IRS são dois dos temas a negociar antes da realização das autárquicas. Estes são dois dos temas considerados mais “quentes” e o objectivo é que os partidos se entendam antes do tiro de partida para as eleições de Outubro.

“São temas complexos e por isso não serão seguramente discutidos uma ou duas semanas antes das eleições autárquicas, mas sim meses antes”, diz uma fonte do Governo ao semanário Expresso.

O inicio do descongelamento das carreiras na função pública, bem como as alterações nos escalões de IRS são dois temas que mexem com a vertente da despesa do próximo Orçamento de Estado, o que obrigará a maiores cuidados por parte do Partido Socialista.

Ainda assim, Carlos César, líder parlamentar do PS, garante que “para nós sempre existiu uma distinção clara entre o plano autárquico e o plano orçamental. Por isso o calendário do ano passado vai manter-se”.

Descomplicador:

O Governo liderado por António Costa quer evitar problemas nas eleições autárquicas com os parceiros no Parlamento, CDU e Bloco de Esquerda, procurando assim “encerrar” os temas quentes do Orçamento do Estado antes do inicio da campanha.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *