Bloco não quer criar problemas mas pede cumprimento do acordo

O Bloco de Esquerda diz que não quer “criar problemas desnecessários” ao acordo com o governo do Partido Socialista, mas reforça que espera ver o acordo cumprido tal como foi inicialmente executivo e que permitiu viabilizar o executivo de António Costa.

Catarina Martins protagonizou uma conferência de imprensa para comentar o Programa Nacional de Reformas e o Programa de Estabilidade, dizendo que o Bloco de Esquerda “Considera grave que o Programa de Estabilidade e o Programa Nacional de Reformas não inscrevam de forma clara o aumento do salário mínimo nacional como inscrito nas posições conjuntas”.

Para a líder bloquista ficaram de fora questões importantes como “os escalões de IRS ou a resposta necessária às longas carreiras contributivas”. Catarina Martins garante que o Bloco não quer criar problemas mas alerta para as condições acordadas entre os partidos.

O Bloco de Esquerda, o PCP e os Verdes assinaram um acordo com o Partido Socialista que tem permitido a existência de um governo liderado por António Costa. O executivo tem procurado ao longo do último ano criar mecanismos de conversação permanentes com os seus parceiros.

Descomplicador:

O Bloco de Esquerda disse em conferência de imprensa que não pretende criar problemas ao Partido Socialista, mas exigiu o cumprimento do acordo firmado aquando das eleições.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *