Estados Unidos e Japão pedem reunião de emergência ao Conselho de Segurança da ONU

Os Estados Unidos da América e o Japão pediram uma reunião de emergência ao Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas, logo após o mais recente disparo de um míssil por parte da Coreia do Norte.

A reunião deverá ocorrer na tarde de Terça-Feira, segundo avançou fonte diplomática do Uruguai, o país que preside ao Conselho de Segurança das Nações Unidas durante o mês de Maio. A Coreia do Norte disparou mais um míssil no Sábado, o que provocou o alerta em vários países em todo o mundo, mas, como tradicionalmente, em particular nos vizinhos da Coreia do Sul.

Um responsável militar sul-coreano avançou à agência Yonhap que “o exército norte-coreano disparou um projéctil não identificado a partir da sua base de Kusong, na província de Norte Pyongang”. Esta agência sul-coreana avança no entanto que o “projéctil” se trata de um míssil balístico, que terá percorrido cerca de 700 quilómetros.

Este é o segundo míssil disparo em menos de 15 dias e é visto como uma provocação à Coreia do Sul devido à eleição de Moon Jae-In como novo presidente. A ONU emitiu no imediato um comunicado onde pede o “desanuviamento” da tensão e o fim das provocações liderada pela Coreia do Norte. A China, a Rússia e os Estados Unidos já reagiram condenando o disparo e pedindo um aumento de sanções.

Descomplicador:

Os Estados Unidos da América e o Japão pediram uma reunião de emergência ao Conselho de Segurança das Nações Unidas, após o disparo de mais um míssil balístico pela Coreia do Norte. Rússia e China também já criticaram o disparo, enquanto a ONU pediu um “desanuviamento” da tensão.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *