“Todos tivemos mérito de tudo”. Marcelo não quer perder tempo a discutir méritos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, reagiu hoje às noticias que dão conta do crescimento económico na ordem dos 2,8% no primeiro trimestre do ano, mas não quer perder tempo a discutir quem é que teve o mérito desse crescimento, dizendo que “todos tivemos mérito de tudo”.

 

Para Marcelo Rebelo de Sousa, “os portugueses são os grandes ganhadores” e os partidos têm que “ultrapassar” as guerras de atribuição de méritos, lembrando que é necessário “evitar o deslumbramento”.

“A nossa economia está a virar. Já tínhamos essa intuição há seis meses e mais claramente há quatro meses, mas temos hoje a certeza de que está a virar”, disse o Presidente da República no encerramento do 14.º Encontro Anual da Cotec – Portugal, que decorreu hoje em Matosinhos.

Marcelo Rebelo de Sousa diz que agora, Portugal deve “evitar o deslumbramento”, que considera que “acaba por travar a inovação e a capacidade de Portugal continuar a lutar”. Com os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística de que Portugal cresceu 2.8% no último trimestre, verifica-se um crescimento de 1% face ao trimestre anterior.

Descomplicador:

Marcelo Rebelo de Sousa pediu aos partidos que não discutam os méritos do crescimento económico, dizendo que “todos tivemos mérito de tudo” e que hoje a “intuição” de que a economia está a virar é hoje uma “certeza”.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *