Ministro da Cultura garante o Estado vai apoiar Eurovisão

O Ministro da Cultura, Luis Filipe Castro Mendes, garantiu hoje que o Estado português vai apoiar a realização do Festival da Eurovisão da Canção, que em 2018 terá que se realizar em Portugal, devido à vitória de Salvador Sobral. Para o Ministro da Cultura um evento desta envergadura contará naturalmente com o apoio do Governo central.

“Por outro lado, também é claro que a organização de um festival da dimensão do Festival da Eurovisão vai requerer a participação de muitas instâncias privadas, locais, autárquicas… Portanto, é evidente que o Estado apoia”, disse Luis Castro Mendes à margem de uma reunião entre Ministros da Cultura da União Europeia.

Para o Ministro da Cultura não é responsável avançar agora com números, recordando no entanto que a organização está a cargo de uma empresa 100% detida pelo Estado: a RTP. “Está a ser feita a estimativa — mas é a empresa que tem de fazer isso – dos custos a partir do caderno de encargos que a EBU [União Europeia de Radiodifusão] apresentou”, diz o Ministro da Cultura, remetendo números para uma fase mais avançada.

Gonçalo Reis, presidente do Conselho de Administração da RTP, disse já que está a estudar o caderno de encargos, “com requisições técnicas muito específicas” e que os valores avançados não podem ser tomados como exemplo, visto que por exemplo, ao nível de infraestruturas, Portugal tem já locais que possam acolher este Festival da Eurovisão.

Descomplicador:

O Ministro da Cultura entende como natural que o Estado apoie a realização do Festival da Eurovisão, até porque “é claro que a organização de um festival da dimensão do Festival da Eurovisão vai requerer a participação de muitas instâncias privadas, locais, autárquicas… Portanto, é evidente que o Estado apoia”.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *