Rui Moreira não nega convites a membros do governo

Rui Moreira não negou ao semanário Expresso que abordou alguns membros do executivo de António Costa para integrarem as listas do seu movimento para as eleições autárquicas de 1 de Outubro. Azeredo Lopes e Matos Fernandes são dois dos nomes com que Moreira gostava de contar.

O presidente da Câmara do Porto e candidato independente novamente este ano, disse ao Expresso, que “eventualmente” existiram contactos com membros do governo, tendo sido questionado sobre Matos Fernandes, Ministro do Ambiente e Azeredo Lopes, Ministro da Defesa e ex-chefe de gabinete de Rui Moreira.

Rui Moreira acabou por pedir à dupla de jornalistas que não o questionasse sobre essa matéria, alegando existirem “questões de princípio de lealdade e de ética. É a mesma razão pela qual eticamente estaria mal eu revelar o conteúdo da conversa que tive com António Costa, ou dizer que era mentira, quando era verdade”.

O cabeça-de-lista do movimento “O Nosso Partido é o Porto”, acrescentou ainda que “não dizer toda a verdade tem sempre de excluir a possibilidade da mentira. Não se pode mentir. Até porque a mentira tem uma coisa terrível. Prende-nos para toda a vida. Não me ouvirão mentir. Agora, se me perguntar se digo a verdade toda, não digo”.

Descomplicador:

Rui Moreira não negou ao jornal Expresso ter abordado membros do executivo de António Costa para integrarem a sua lista na recandidatura à Câmara Municipal do Porto, nas autárquicas de 1 de Outubro.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *