António Costa com tolerância zero com comentários racistas

O eurodeputado socialista Manuel dos Santos protagonizou ontem um momento infeliz ao ter apelidado a deputada do PS, Luísa Salgueiro, de “cigana”. As reacções não se fizeram esperar e António Costa já veio pedir a expulsão de Manuel dos Santos.

Numa publicação na sua página do Twitter, Manuel dos Santos disse que Luísa Salgueiro é “cigana não só pelo aspecto, mas também porque paga os favores que recebe com votos alinhados com os centralistas”, numa alusão à votação sobre a Agência Europeia do Medicamento.

As considerações sobre a deputada socialista continuaram: “Luísa Salgueiro, desconhecida deputada em Lisboa, reside na Maia, é protegida por Costa e Pizarro e vai ser candidata à câmara de Matosinhos”.

Poucos minutos depois destes tweets, Manuel dos Santos colocou outra mensagem onde dizia: “Podem continuar se quiserem: não me demovem nem me atemorizam. Claro que não sou racista.

As primeiras reacções

Do panorama socialista não tardaram a surgir as primeiras reacções. Tiago Barbosa Ribeiro, presidente do PS Porto, disse que “misogenia, racismo e xenofobia. Mais um triste episódio deste eurodeputado” que considera “uma vergonha para os socialistas”.

Também o porta-voz do PS, João Galamba, disse rapidamente que “Não posso achar aceitável que um deputado ao Parlamento Europeu se exprima nestes termos racistas”, considerando-o “uma vergonha”. A Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino também repudiou a situação no seu Facebook, bem como Pedro Nuno Santos, Secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, e outros elementos próximos de António Costa, como Porfírio Silva.

A reacção do coordenador da delegação do PS no Parlamento Europeu

Carlos Zorrinho é o presidente da delegação do Partido Socialista no Parlamento Europeu e não demorou também ele a emitir um comunicado sobre as declarações de Manuel dos Santos.

O eurodeputado disse que na qualidade de presidente da delegação, considera que, “o assunto das autárquicas em Portugal não está na agenda do Parlamento Europeu” e que “o teor das acusações pessoais será analisada internamente”, acrescentando ainda que “como cidadão e socialista as referências étnicas feitas chocam-me profundamente. Como me chocariam se fossem feitas por qualquer qualquer outro socialista. São lamentáveis”.

António Costa com tolerância-zero

A reacção do Primeiro-Ministro e Secretário-Geral do PS, António Costa, era uma das mais esperadas e foi de tolerância-zero para com o eurodeputado visado. “Há muito que Manuel dos Santos desonra o seu passado. Hoje tornou-se uma vergonha para o PS. Espero que a Comissão Nacional de Jurisdição rapidamente nos liberte da companhia de quem partilha preconceitos racistas”, disse António Costa à Agência Lusa

O Presidente do partido, Carlos César, terá já enviado o caso para a Comissão Nacional de Jurisdição e pediu uma “rápida diligência”. A Comissão de Jurisdição é liderada por Telma Correia.

No entanto, Manuel dos Santos reagiu já a tentativa de expulsão do partido e, novamente no Twitter, disse que “o SG/PS(ou será o PM?) quer ver-me expulso do PS? Lá teremos que revisitar os insultos do Galamba ao Seguro, para instrução do processo”.

Descomplicador:

Manuel dos Santos, eurodeputado do PS, apelidou a deputada socialista Luisa Salgueiro de “cigana”. As declarações geraram polémica e António Costa pediu já a expulsão de Manuel dos Santos do Partido Socialista.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *