António Costa vai coordenar representação em funerais com Marcelo

O Primeiro-Ministro, António Costa, disse em entrevista à TVI que vai coordenar com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a representação institucional nos funerais das vítimas de Pedrógão Grande, depois de ter falhado a primeira cerimónia fúnebre.

Segundo o jornal Expresso, o assessor governamental presente no posto de comando só foi informado das cerimónias fúnebres perto das 16h não tendo conseguido marcar presença. O gabinete do Primeiro-Ministro informou ainda o Expresso de que se fará representar amanhã através de um assessor coronel da GNR.

Já o Presidente da República, informou o presidente da autarquia de Castanheira de Pera de que não ia conseguir marcar presença na cerimónia fúnebre, tendo enviado uma palma aos familiares da vítima por intermédio do presidente do município.

Horas depois da situação ter sido esclarecido pelo gabinete de António Costa, o Primeiro-Ministro disse em entrevista à TVI que vai coordenar com Marcelo Rebelo de Sousa a representação institucional nas cerimónias fúnebres, não só do bombeiro que acabou por falecer, como das restantes vítimas.

Descomplicador:

António Costa e Marcelo Rebelo de Sousa não marcaram presença no primeira funeral de uma das vítimas do incêndio de Pedrógão Grande, embora o Presidente da República tenha enviado uma palma. O Primeiro-Ministro e o Presidente da República vão coordenar a representação institucional nas próximas cerimónias fúnebres.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *