Depois de vaga de demissões, Trumo acaba com conselhos empresariais

É mais uma alteração na estrutura de aconselhamento do presidente dos Estados Unidos da América, protagonizada por Donald Trump. Uma vaga de demissões de empresários e CEO’s de grandes empresas norte-americanas demitiram-se dos conselhos e dos fóruns empresariais ligados à Casa Branca, levando à sua extinção por parte de Trump.

Depois dos acontecimentos de Charlottesville, oito empresários deixaram o conselho económico em oposição a Trump. Assim, Trump escreveu hoje no Twitter que “ao invés de colocar pressão nas pessoas ligadas aos negócios que estão no Manufacturing Council e no Strategy & Policy Forum, vou acabar com ambos. Obrigado a todos”.

Recentemente, o CEO da Walmart, a maior cadeia de distribuição do mundo, enviou uma carta a todos os funcionários a criticar a postura de Donald Trump.

Nos últimos meses vários tinham sido já os empresários que tinham abandonado estes conselhos e fóruns. Travis Kalanick, CEO da Uber, abandonou depois das restrições à emigração, enquanto Elon Musk, CEO da Tesla, abandonou após Trump ter rompido com o acordo de Paris.

Agora, com o escândalo de Charlottesville, foram nove as personalidades que abandonaram estes conselhos, incluindo líderes de sindicatos, levando assim Donald Trump a por fim a estes órgãos consultivos.

Descomplicador:

Depois dos acontecimentos de Charlottesville, nove conselheiros empresariais de Trump demitiram-se dos órgãos consultivos, levando o presidente dos Estados Unidos a por fim a estes conselhos e fóruns empresariais.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *