Estados Unidos interessados em abrir diálogo com a Coreia do Norte

Apesar da retórica inflamada de Donald Trump, os Estados Unidos da América dizem ter interesse em abrir uma via de diálogo com a Coreia do Norte, de Kim Jong-Un.

“Continuamos interessados em tentar encontrar uma maneira de dialogar, mas isso depende dele [do presidente da Coreia do Norte]”, disse Rex Tillerson, Secretário de Estado norte-americano responsável pelas relações diplomáticas.

Para já Kim Jong-Un decidiu não atacar o território de Guam, depois de analisar os planos militares. Ainda assim, as opiniões dos especialistas dividem-se. Há quem acredite que a intenção do líder norte-coreano é a de aliviar a tensão entre os dois países, enquanto outros dizem que a Coreia do Norte pode simplesmente não ter condições para lançar já o ataque.

Para já Donald Trump reagiu bem à informação, ao dizer que “Kim Jong-un da Coreia do Norte tomou uma decisão muito sábia e acertada. A alternativa seria simultaneamente catastrófica e inaceitável”, na sua conta oficial do Twitter.

Recentemente, Rex Tillerson e James Mattis, Secretário de Estado da Defesa, escreveram um artigo para o The Wall Street Journal, onde garantiram que os Estados Unidos não pretendem nem uma mudança de regime na Coreia do Norte nem a reunificação das coreias, mas sim a desnuclearização do regime de Pyongyang.

Descomplicador:

Os Estados Unidos da América garantem querer abrir uma via de diálogo com a Coreia do Norte. Para já, Kim Jong-Un decidiu não atacar o território de Guam, uma decisão já aplaudida por Donald Trump.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *