Lutas politicas travam reconstrução de Pedrógão Grande

As eleições autárquicas podem estar a prejudicar, ainda que indirectamente, o apoio à população de Pedrógão Grande. Tendo em conta que vários donativos passam pela autarquia e outros pela Santa Casa da Misericórdia, existe um problema: o presidente da Câmara é candidato pelo PS e o provedor da Santa Casa é candidato pelo PSD.

A situação é relatada pelo jornal Expresso, que dá conta que após dois meses da tragédia, o dinheiro ainda não chegou à população, os bens recolhidos ainda não foram entregues e a reconstrução das casas está parada em burocracias.

“É por demais evidente que há atrasos e burocracias. As coisas não estão a acontecer e eu creio até que possa haver algum aproveitamento politico”, diz João Marques, provedor da Santa Casa de Pedrógão Grande e candidato autárquico pelo Partido Social Democrata. A Santa Casa é responsável pela alimentação e bens de higiene.

Valdemar Alves não respondeu ao Expresso, que garante que a autarquia é neste momento o grande promotor de emprego no concelho, através das obras de reconstrução e da gestão das ajudas que têm chegado ao município, uma situação de difícil gestão, quando as eleições autárquicas se realizam dentro de mês e meio.

A Cruz Vermelha Portuguesa foi chamada ao terreno para tentar ajudar a gerir as ajudas, mas o desconhecimento do terreno também não tem facilitado, avisam os autarcas locais.

Já a Associação dos Familiares das Vítimas do Incêndio de Pedrógão Grande diz estar a ser informada directamente pelo governo e esclarece que “cada entidade tem a sua forma de gestão e distribuição. Nalguns casos é pedido à população que se dirija às entidades para obterem os donativos, noutros uma carrinha vai periodicamente porta a porta realizar essa tarefa, acompanhando mais de perto a realidade das pessoas nas aldeias”.

Descomplicador:

O calendário autárquico pode estar a complicar a ajuda à população de Pedrógão Grande. João Marques, provedor da Santa Casa e candidato do PSD admite isso mesmo ao jornal Expresso.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *