No estrangeiro, Santos Silva deixa aviso à “navegação”

O Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, deu uma entrevista à Bloomberg, onde deixou um conjunto de avisos à “navegação”, sobretudo no que toca à manutenção da estabilidade politica em Portugal.

“Quem provocar uma crise política em Portugal vai pagar caro”, disse Augusto Santos Silva que acrescentou que este executivo “está profundamente empenhado em concluir a legislatura. A estabilidade política é um dos factores chave do sucesso português”.

Numa entrevista concedida em Praga, República Checa, Santos Silva disse acreditar num novo acordo com o PCP e com o Bloco de Esquerda para fazer aprovar o Orçamento do Estado para 2018, apesar de alguns detalhes que faltam ainda acertar, sobretudo no que toca à mexida nos escalões de IRS.

“O sucesso político do Governo português tem a ver com a capacidade de deixar para trás a austeridade mais ortodoxa ao nível da política orçamental, sem desrespeitar nenhum dos compromissos assumidos com a Europa”, disse Augusto Santos Silva nesta mesma entrevista, onde para além das mensagens internas que deixou passar, falou sobre o trabalho que o executivo tem feito ao nível das reversões na politica de austeridade.

Descomplicador:

Augusto Santos Silva, Ministro dos Negócios Estrangeiros, deu uma entrevista à Bloomberg, onde deu um conjunto de recados às forças politicas nacionais. “Quem provocar uma crise política em Portugal vai pagar caro”, avisou uma das principais figuras do executivo de António Costa.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *