Coimbra: Jaime Ramos quer “Menos Rotundas” e mais estratégia

É uma das iniciativas de campanha mais disruptivas nestas eleições autárquicas. O candidato do PSD/CDS/MPT/PPM, Jaime Ramos, lançou a iniciativa MenosRotundas.pt onde pede aos conimbricenses que enviem propostas para a cidade que serão cumpridas, em caso de vitória, tendo em conta o orçamento gasto em rotundas por Manuel Machado, actual presidente. O Panorama esteve à conversa com o candidato da coligação Mais Coimbra.

A iniciativa informal de campanha pede aos eleitores que indiquem propostas à candidatura de Jaime Ramos, que serão depois realizadas com o orçamento que foi gasto em rotundas no concelho de Coimbra. A proposta vencedora será conhecida antes do acto eleitoral.

À conversa com o Panorama, Jaime Ramos explica que “Coimbra atravessa uma fase de decadência grande, com poucas empresas e pouco emprego, registando assim um declínio populacional, económico e de emprego”, acrescentando que no meio de tudo isto, a liderança de Manuel Machado “tem uma obsessão com rotundas, úteis para o trânsito, mas esquecendo questões estratégicas. Hoje em dia as pessoas já perceberam que a Câmara de Coimbra só se preocupa com pequenas obras e então decidimos alertar para este problema”, explica o candidato do PSD/CDS/MPT e PPM.

Assim, utilizando “uma linguagem moderna e irónica”, a candidatura Mais Coimbra lançou o MenosRotundas.pt que será até uma antecâmara do Orçamento Participativo de Coimbra, uma proposta que Jaime Ramos lançou e que pretende que seja “disruptiva, na medida em que queremos que os menores de 16 anos possam votar e até que os pais possam corporizar as ideias dos filhos”.

Até ao momento, Jaime Ramos conta ao Panorama que “recebemos já propostas de várias dimensões, não só no plano social”, dando como exemplos “o arranjo da Feira dos 23, ou o aeródromo, que com um investimento de 300/400 mil euros pode receber voos de executivos, linhas regionais, ou ser um ponto de turismo radical”, dizendo que estes são “exemplos de investimentos baratos, com melhorias estratégicas e que custam o mesmo que uma rotunda”.

O regresso à ribalta e a aposta na participação cidadã

Jaime Ramos é um “veterano” que assume agora o desafio de recuperar a autarquia de Coimbra, para as mãos do PSD, depois de ter liderado a Câmara de Miranda do Corvo, de ter sido deputado e Governador Civil de Coimbra, tendo-se afastado da politica activa em 2001.

Agora o candidato social-democrata pretende voltar à liderança de uma autarquia e para isso conta com a participação dos conimbricenses, não só através da proposta do Orçamento Participativo, mas também recorrendo a conselhos consultivos.

“Vamos promover em Dezembro uma reunião com várias pessoas, que durante o ano estão fora da cidade e do pais, para que possam ser embaixadores económicos de Coimbra pelo mundo. Queremos apostar nessa diplomacia económica”, diz Jaime Ramos ao Panorama, revelando a criação de “conselhos estratégicos culturais, para as famílias, dos direitos sociais, para a inclusão e do movimento associativo”.

Quanto ao MenosRotundas.pt, o candidato promete que “quem ganhar vai ver o seu projecto a andar”. Promessa feita, veremos agora qual o resultado das eleições no dia 1 de Outubro.

Descomplicador:

Jaime Ramos, candidato do PSD/CDS/MPT/PPM à Câmara de Coimbra lançou o projecto MenosRotundas.pt que pretende utilizar o orçamento gasto em rotundas e pedir aos conimbricenses sugestões onde investir esse dinheiro.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *