Passos encerra Universidade de Verão com defesa a Rangel e a Cavaco

O líder do Partido Social Democrata, Pedro Passos Coelho, encerrou esta manhã a Universidade de Verão da JSD, que decorrem em Castelo de Vide, ao defender as polémicas intervenções de Paulo Rangel e de Cavaco Silva. “Quem não pensa como o Governo ou é racista ou é xenófobo ou é outra coisa qualquer”, disse o líder social-democrata.

Pedro Passos Coelho criticou a forma como o Governo critica quem não pensa da mesma forma, entrando assim em defesa do eurodeputado Paulo Rangel e do ex-Presidente da República Cavaco Silva, que viram as suas intervenções ter resposta por parte de membros do executivo ou da bancada parlamentar do PS.

“Muitas das reacções a várias intervenções aqui feitas foram intolerantes, diria incompreensíveis nos tempos que vivemos, dentro da cultura democrática que é a nossa. Como é possível que alguém possa indignar-se com o ex-Presidente da República quando resolveu dentro do seu exercício cívico analisar a situação portuguesa e europeia e apresentar a sua visão critica da política? Não tem direito a exprimir a sua opinião? Tem logo de ser o ressabiado? O que precisa de palco? Não podem tomar o que disse pelo valor do que disse e contraditá-lo?”, questionou Pedro Passos Coelho.

Para o líder social-democrata, é agora “mais fácil chamar mentiroso do que desmontar a mentira, em particular quando ela corresponde à verdade”.

Pedro Passos Coelho criticou ainda a opção estratégica do Governo de António Costa, ao dizer que “escolheu dar prioridade à recuperação salarial em detrimento da necessidade de manter o mínimo de qualidade dos serviços públicos, nomeadamente a segurança interna, a protecção civil, a justiça, a defesa, mas também a saúde, a educação, a ciência, a investigação, tudo áreas onde o Governo gastou menos do que o governo anterior, que tanto criticava por gastar menos”.

Descomplicador:

Pedro Passos Coelho defendeu as intervenções de Paulo Rangel e de Cavaco Silva no encerramento da Universidade de Verão da JSD. “Quem não pensa como o Governo ou é racista ou é xenófobo ou é outra coisa qualquer”, disse o líder dos sociais-democratas.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *