Autárquicas35: “A geração que integro traz muita vontade de recuperar o tempo perdido dos últimos anos”

Autárquicas35: 

O Autárquicas35 é uma série de artigos lançados pelo Panorama, onde conversa com 20 candidatos autárquicos oriundos dos 18 distritos, da Madeira e dos Açores, abaixo dos 35 anos. Nesta série de artigos procuramos perceber a motivação para aceitar o desafio autárquico, as prioridades para as suas freguesias e concelhos e as motivações politicas. Para acompanhar até ao dia 29 de Setembro. 

Vê todos os artigos do Autárquicas35 AQUI

Distrito: Faro – Carlos Gouveia Martins – PSD/CDS/MPT/PPM – Portimão

Carlos Martins já passou um pouco por todas as funções na concelhia da JSD de Portimão, é actualmente presidente da distrital do Algarve e membro do “núcleo duro” da JSD nacional e este ano enfrenta talvez o maior desafio politico da sua carreira. Com apenas 31 anos lidera a lista da coligação Servir + Portimão à Assembleia Municipal, sendo assim candidato a presidir o órgão máximo do município.

Apesar de ser em praticamente todos os concelhos um lugar associado a figuras em final de carreira, de relevo no concelho, Carlos Gouveia Martins diz encarar com “naturalidade” o desafio proposto. “Serei porventura o mais jovem candidato de sempre a cabeça-de-lista à Assembleia Municipal, e pode eventualmente ter vindo a existir um padrão de “perfil de candidato”, mas podemos ver dezenas de exemplos espalhados pelo mundo inteiro em que esses padrões não fazem sentido. A capacidade nunca será definida pelo ano em que se nasceu, mas sim pelo amor pela nossa terra e pela nossa determinação em querer fazer desta, uma Cidade e um Concelho melhor. E nesse campo, não tenho dúvidas nenhumas que serei o mais capaz para vir a ser o próximo Presidente da Assembleia Municipal de Portimão”, acreditando que “no plano teórico é uma candidatura que vai contra o que a história tem feito, na prática é uma candidatura assente em trabalho político com propostas desenvolvidas no concelho e no distrito nos últimos anos”.

Filho de Carlos Martins (com quem partilha o nome), actual presidente do Centro Hospitalar Lisboa Norte (que tem a seu cargo o Hospital Santa Maria), o candidato à Assembleia Municipal de Portimão confessa que “os nossos heróis são sempre exemplos para nós. E nós queremos sempre ser como eles, o que naturalmente é uma forma de influenciar. O meu Pai teve e tem muita influência. Principalmente pela verticalidade com que desempenhou todas as suas funções em que teve intervenção política ativa a vários níveis”, especialmente num período “compreendido entre os meus 6 e 18 anos de idade, foram 12 anos em que era impossível não “viver” juntamente com ele todos os seus desafios políticos”, apesar de achar que “o gosto pela vida política cresceu com ele mas seguramente já tinha nascido comigo antes de tudo isso. Sempre olhei para a Política com fascínio. E esse fascínio não vem apenas da ação do meu Pai, vem também da vontade que sempre tive em intervir e ajudar a melhorar a comunidade onde estou inserido”.

Sendo também ele um membro da nova geração de candidatos autárquicos, Carlos Martins não tem dúvidas em afirmar que a prioridade desta geração é “recuperar o tempo perdido dos últimos anos” e que “quem está na vida política já entendeu que não é fácil cá estar, a imagem generalizada dos “políticos” é negativa e é muito mais fácil não estar do que estar “político””, lamentando que “muitos dos que são autarcas há décadas sucessivas acostumaram-se ao afastamento da população, estão resignados” e que da parte dos jovens, nenhum “gosta de uma sala vazia; Nenhum jovem da minha geração é vazio de vontade de querer demonstrar que também há qualidade e propostas que visem melhorar os fregueses e munícipes de quem não pode dizer “antigamente, no meu tempo, é que era…” e afirmando que esta tem que ser “a geração mais corajosa de sempre para recuperar o brio e forte participação cívica dos tempos dos que se acostumaram à saudade”.

Num concelho governado pelo Partido Socialista, que em 2013 recolheu 30% dos votos, não tendo conquistado maioria absoluta, Carlos Martins considera que Portimão deve ter duas prioridades nos próximos quatro anos: “investimento que crie emprego e (…) jovens que estabelecem família na sua terra”, isto porque no seu entender, “a última década foi destrutiva para o ego de qualquer Portimonense”.

Para o candidato social-democrata, “a juntar à instabilidade financeira, obviamente que o desemprego atingiu números expressivos, assustadores e consequentemente deixámos de ser a Cidade dominante que fomos na região algarvia”, devendo assim assumir uma “estratégia definida”, não se limitando a trabalhar para “os próximos dias como o atual executivo tem vindo a (sobre)viver”, entendendo assim que o próximo presidente da autarquia se deve focar em “captar investimento que crie postos de trabalho para os que nasceram, ou escolheram ser Portimonenses, reforçando o comércio tradicional com empresas âncora no centro histórico”, concentrando-se assim em “fazer “renascer” o centro da Cidade que está “ligado às máquinas”, conseguir criar condições para habitação jovem com benefícios fiscais numa zona que precisa de vida e já foi das mais movimentadas da região”.

O cabeça-de-lista da coligação Servir + Portimão assume de forma declarada que tem a “clara ambição de vir a ser Presidente da Assembleia Municipal de Portimão. E, assumo o que todos quantos me conhecem sabem e veem, espero poder ser autarca na minha terra durante muitos anos porque o sentimento por Portimão é e será para sempre. Quero ser a voz de todos na minha terra. Quero trazer as pessoas da nossa cidade para o centro do debate político. Não acredito que a Política se restrinja a um pequeno grupo de pessoas. Não acredito em que poucos assumam o destino de todos. Quero trazer os mais jovens e menos jovens para a decisão política. É esse o meu intuito com esta candidatura. Dar voz a todos, sobretudo a quem nunca é ouvido”, diz.

B.I.:

Nome: Carlos Gouveia Martins

Idade: 31 anos

Filiação: PSD

Concelho: Portimão

Distrito: Faro

Cargo a que se candidata: Presidente da Assembleia Municipal de Portimão

Vê todos os artigos do Autárquicas35 AQUI

Descomplicador:

Carlos Gouveia Martins lidera a distrital do Algarve da JSD e assume com 31 anos o desafio de ser candidato a Presidente da Assembleia Municipal de Portimão, entendendo que as prioridades devem ser “investimento que crie emprego e (…) jovens que estabelecem família na sua terra”.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *