Impostos sobre “vícios” aumentam em 2018

Se a tendência deste executivo é reduzir os impostos sobre o rendimento, já sobre o consumo a tendência é exactamente inversa. Em 2018, existem mais produtos considerados nocivos que vão sofrer um aumento da carga fiscal.

Depois de ter implementado um imposto sobre as bebidas açucaradas, em 2018, a taxa vai subir 1,5%, penalizando ainda mais os consumidores deste tipo de bebidas. No entanto, em 2018, a maior novidade é a aplicação de um imposto sobre produtos com sal.

Batatas fritas, bolachas de água e sal, aperitivos e pipocas são alguns dos produtos que vão ver a carga fiscal subir em 80 cêntimos por quilo, sendo assim esperado um aumento de receita na ordem dos 30 milhões de euros, que será aplicado em programas de prevenção de saúde.

A cerveja e as bebidas espirituosas também vão sofrer um aumento de 1,5% de impostos, acontecendo o mesmo nos cigarros, embora aí um aumento num factor em especifico seja compensado pela descida num outro factor fiscal.

Descomplicador:

O Orçamento do Estado para 2018 vai agravar a carga fiscal sobre produtos considerados “vícios”, como as batatas fritas, pipocas, bolachas de água e sol. Também a cerveja e as bebidas espirituosas vão registar um aumento de impostos.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *