Rajoy pede “sensatez” ao governo catalão

Mariano Rajoy, Primeiro-Ministro espanhol, veio pedir, a menos de 24h do fim do prazo dado à região da Catalunha, “sensatez” a Carlos Puigdemont e à sua equipa. O governo espanhol admite mesmo suspender totalmente a autonomia da região.

 

“Peço a Puigdemont para agir com sensatez, de forma equilibrada, colocando em primeiro lugar os interesses de todos os cidadãos”, disse Mariano Rajoy no Parlamento espanhol. A vice-presidente do executivo, Soraya Santamaria disse que “Puigdemont vai provocar a aplicação do artigo 155 da Constituição”, admitindo assim a suspensão total da autonomia catalã.

Ainda assim, o governo vai contactar o PSOE e o Ciudadanos antes de avançar para a aplicação do artigo 155º da Constituição, com vista a ter “não só com a maioria absoluta do Senado”, mas também “uma ampla maioria do Congresso”.

Mariano Rajoy deu um prazo para Carlos Puigdemont clarificar a posição da Generalitat quanto à independência da Catalunha, antes de avançar para a aplicação da cláusula constitucional que permite bloquear a autonomia da região.

Descomplicador:

Mariano Rajoy pediu “sensatez” a Carlos Puigdemont, quanto faltam poucas horas para o fim do prazo dado pelo Primeiro-Ministro espanhol ao líder da Generalitat, que pediu uma clarificação da posição catalã.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *