Rui Moreira endurece discurso na tomada de posse no Porto

O reeleito presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, tomou posse na Quarta-Feira, no Teatro Rivoli e a primeira intervenção do novo mandato foi de alerta para a oposição e também de pedidos ao governo central. Fernando Medina esteve na bancada a assistir.

Foto: CM Porto

“Não fomos eleitos para arbitrar. Fomos eleitos para governar”, esclareceu Rui Moreira, ao lembrar que o seu movimento foi reeleito com maioria absoluta e por isso tem agora um mandato reforçado para os próximos quatro anos. O autarca portuense garantiu que vai respeitar as ideias dos adversários, mas que o seu movimento tem ideias próprias e que as vai aplicar.

No entanto, Rui Moreia não deixou apenas avisos internos, mas também para o país, ao dizer que “o Porto não pedirá licença para falar pelo Norte”, tendo em conta que, “nestes quatro anos o Porto assumiu um novo papel político, tem hoje um crédito diferente”.

Rui Moreira criticou “os seus cada vez mais complexos, centralistas e burocráticos caminhos” que as autarquias enfrentam, acrescentando que “se o Estado pretende descentralizar, deve transferir competências, e se o pretende fazer não pode, simultaneamente, desconfiar dos municípios e retirar-lhes competências em matéria de contratação”.

Na tomada de posse decorreu ainda a primeira reunião da Assembleia Municipal, que elegeu Miguel Pereira Leite para a liderança, derrotando a lista suportada pelo PS e liderada por Luis Braga da Cruz.

Na cerimónia estiveram presentes a presidente do CDS, Assunção Cristas, o presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina e ainda os homólogos de Braga, Gouveia, Maia e Paredes, bem como o presidente da Junta da Galiza.

Descomplicador:

Rui Moreira endureceu o discurso na tomada de posse para o segundo mandato à frente dos destinos da Câmara Municipal do Porto, onde viu ainda ser eleito o seu candidato para a liderança da Assembleia Municipal.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *