Medina fecha acordo com Bloco de Esquerda para governar Lisboa com maioria

Um mês e um dia depois das eleições autárquicas, Fernando Medina fechou o acordo com Ricardo Robles, eleito vereador pelo Bloco de Esquerda em Lisboa e consegue assim ter a maioria do executivo para poder dar inicio ao mandato com plenitude de poderes. O acordo foi assinado hoje depois de semanas de negociações.

Ricardo Robles vai ficar com os pelouros da educação e da acção social, para além de existir o comprometimento por parte do PS de levar a cabo um conjunto de medidas em várias áreas e sectores que não serão responsabilidade directa do Bloco de Esquerda.

Transportes, habitação e acção social vão ser os três eixos prioritários do acordo entre ambas as forças politicas. Na habitação, o Bloco conseguiu o comprometimento de Fernando Medina em construir três mil fogos com rendas acessíveis, bem como a criação de um gabinete de fiscalização do alojamento local, com poder para retirar licenças.

Nos transportes o acordo prevê o alargamento da linha do metro, bem como a compra de 250 autocarros e 30 eléctricos, também até ao final do mandato. Na educação, área da responsabilidade directa de Ricardo Robles, está prevista a oferta de manuais escolares até ao 9º ano, este ano e até ao 12º ano, a partir do próximo ano lectivo, a abertura de pelo menos mil vagas em creches e um centro de acolhimento LGBT+.

O acordo é no entanto muito mais extenso, com acordos em áreas como a saúde, a precariedade, a cultura, o turismo, os animais e a transparência municipal, que foi uma bandeira da candidatura do Bloco a Lisboa.

Ricardo Robles tem 39 anos e é engenheiro civil, com especialidade em reabilitação urbana e eficiência energética, tendo sido eleito com mais de 18 mil votos (7,14%), face aos 10.553 votos de 2013 (4,61%). Anteriormente, José Sá Fernandes, vereador candidato pelo Bloco de Esquerda a Lisboa integrou o executivo, com pelouros, com o Partido Socialista, mas contra a vontade do Bloco de Esquerda.

Descomplicador:

O Bloco de Esquerda e o PS de Lisboa assinaram hoje um acordo para a governação da Câmara de Lisboa. Ricardo Robles vai assumir os pelouros da educação e da acção social, mas o acordo prevê compromissos em várias áreas.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *