FENPROF mantém greve apesar de internamento do ministro

A Federação Nacional dos Professores (FENPROF) vai manter a greve agendada para amanhã, apesar do internamento do Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, devido a uma síndrome vestibular aguda.

 

“A nossa luta não é contra o ministro, é contra o Orçamento do Estado”, disse Mário Nogueira para justificar a manutenção do protesto, adiantando ainda que, ao que tudo indica, o ministro será substituído na audição parlamentar pelos seus secretários de estado.

Tiago Brandão Rodrigues foi hoje internado por tempo indeterminado devido a uma síndrome vestibular aguda, um vírus que causa problemas de equilíbrio e tonturas. O internamento levou o ministro a não marcar presença na discussão do Orçamento do Estado para a educação, na Assembleia da República.

Assim, na Quarta-Feira, amanhã, o ministro da tutela será substituído pelos secretários de estado, para que o Orçamento possa ser debatido na especialidade e para que os trabalhos possam decorrer.

Descomplicador:

A FENPROF vai manter o protesto sobre a educação, agendado para amanhã, apesar do internamento do Ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues. A discussão na especialidade vai ser assegurada pelos secretários de estado.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *