Alexandre Amado reeleito presidente da Académica de Coimbra

Alexandre Amado foi reeleito presidente da Associação Académica de Coimbra, nas eleições que decorreram no dia 20 e 21 de Novembro e cujos resultados se conheceram hoje ao longo da madrugada. O estudante de direito parte assim para um segundo mandato tendo derrotado uma lista composta por muitos dos seus antigos membros de direcção.

 

A lista C, encabeçada por Alexandre Amado e com o mote “Académica de Causas”, venceu com 4727 votos, relegando a lista J, “Juntos pela Académica” para o 2º lugar, com 2651 votos e a lista E, de Diogo Barbosa, com 232 votos. A lista C venceu também as eleições para a Mesa da Assembleia Magna.

A lista J, liderada pelo antigo tesoureiro da Direcção-Geral, Francisco Sarmento, conseguiu a maioria dos votos apenas nas faculdades de Psicologia e Ciências da Educação, na Faculdade de Medicina e na Faculdade de Economia.

A abstenção reduziu 15 pontos percentuais face à eleição anterior, ainda assim 60% dos estudantes da Universidade de Coimbra não votaram neste acto eleitoral. Para o mandato de 2018, um dos maiores desafios apontados pelo presidente reeleito são os Jogos Europeus Universitários, que levarão até Coimbra mais de quatro mil estudantes-atletas de toda a Europa.

Descomplicador:

Alexandre Amado, actual presidente da AAC, foi reeleito presidente da estrutura conimbricense, relegando a lista do seu tesoureiro, Francisco Sarmento para o 2º lugar. Alexandre Amado venceu com 4727 votos, numa eleição onde a abstenção baixou em mais de 15%.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *