Comissário Europeu quer reforço financeiro e de meios para a Protecção Civil

O Comissário Europeu para a Ajuda Humanitária e Gestão de Crises, Christos Stylianides, defendeu um reforço de meios financeiros e logísticos para a Protecção Civil na União Europeia. O Comissário gostaria de ver meios distribuídos pela Europa, para facilitar o combate a desastres naturais.

“Nenhum país pode enfrentar estes fenómenos naturais sozinho e o sistema actual [de combate a incêndios, cheias, resposta a terramotos, etc.] atingiu o seu limite”, disse Christos Stylianides na apresentação do programa rescEU, que pretende preparar e precaver desastres naturais na União Europeia.

O Comissário Europeu defende um reforço de 280 milhões de euros para o orçamento comunitário, bem como uma maior taxa de aluguer de meios de combate. O programa rescEU pretende dar uma resposta mais célere aos desastres naturais que ocorram, tomando como exemplo o que aconteceu com o caso português, em que durante várias horas não existiu resposta ao pedido de ajuda.

“O tempo é essencial, sabemos que o próximo desastre está ao virar da esquina e nenhum país está imune”, disse Stylianides, avançando ainda que “há espaço para melhorarmos, em particular com prevenção e preparação”.

O programa rescEU tem como objectivo, “passar uma mensagem clara: respondemos aos pedidos dos cidadãos com mais solidariedade, máxima eficiência e menos burocracia”, diz o Comissário Europeu com a pasta da gestão de crises.

Descomplicador:

O Comissário Europeu com a pasta da protecção civil pretende ver o sector reforçado em 280 milhões de euros no próximo orçamento comunitário, querendo ainda mais aviões e meios de combate distribuídos por toda a Europa.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *