Palhaço Tiririca deixa Congresso desiludido com a politica

O famoso palhaço Tiririca, que em 2010 foi o candidato brasileiro mais votado para a câmara baixa do Congresso, vai retirar-se, tendo-se mostrado desiludido com a politica, na primeira e última intervenção que fez no Congresso brasileiro.

“Subo a esta tribuna pela primeira vez e pela última vez, não por morte, mas porque estou abandonado a vida pública. É triste o que vi nestes sete anos, saio totalmente com vergonha. Não vou generalizar, não são todos, tem gente boa como em qualquer profissão”, disse Francisco Oliveira Silva, mais conhecido como Tiririca.

Em 2010, Tiririca foi o candidato mais votado, com 1.3 milhões de votos, tendo novamente em 2014 superado a barreira do milhão de votos, sendo o segundo deputado mais votado no Brasil.

Francisco Oliveira Silva mostrou-se “triste” com o método de trabalho do Congresso, que considera “trabalhar muito e produzir pouco”. Tiririca criticou ainda as inúmeras faltas que os deputados dão às sessões do Congresso, admitindo não ter deixado grande obra, mas salvaguardando que “pelo menos, fiz o que sou pago para fazer, estar aqui e votar de acordo com o povo”.

Descomplicador:

Tiririca, o popular deputado brasileiro, vai abandonar o Congresso, tendo-se mostrado desiludido com o desempenho daquele órgão. Tendo conquistado sempre mais de um milhão de votos, Tiririca diz não ter deixado grande obra, mas salvaguarda que cumpriu aquilo para o qual foi eleito.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *