Presidente da CIP quer uma direita “com apoio mais construtivo”

O presidente da Confederação Empresarial de Portugal (CIP), António Saraiva, disse em entrevista ao Público e à Renascença que “o país ganharia se o actual Governo tivesse na sua direita parlamentar algum apoio diferente”, pedindo mais responsabilidades à direita.

“Acho que o país ganharia se o actual Governo tivesse na sua direita parlamentar algum apoio diferente, mais construtivo, mais assertivo, do que aquele que tem tido. O actual PSD tem sido ausente e errático na sua política”, disse António Saraiva.

O presidente da CIP considera assim que “a nova liderança do PSD poderia trazer, em termos parlamentares, em geometria variável nesta ou naquela medida, um apoio a medidas que este Governo possa lançar. Se nesta ou naquela solução tivesse o apoio de uma direita assertiva e construtiva, ao libertar-se dessa enorme dependência que tem da esquerda, todos ganharíamos”, considera o “patrão dos patrões”.

António Saraiva falou ainda sobre os receios iniciais com a “geringonça”, onde considera que “os indicadores económicos são francamente positivos, por isso a “geringonça” que inicialmente foi vista com receio por parte dos investidores, isso esmoreceu ao longo destes dois anos. Defendemos é a estabilidade política e social”, diz.

Descomplicador:

António Saraiva, presidente da Confederação Empresarial de Portugal, pede mais responsabilidades à direita, dizendo que “se nesta ou naquela solução [o Governo] tivesse o apoio de uma direita assertiva e construtiva, ao libertar-se dessa enorme dependência que tem da esquerda, todos ganharíamos”.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *