Marcelo falou ao país a partir de casa

Na fase final da recuperação de uma intervenção cirúrgica, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, dirigiu-se aos portugueses no ano novo, a partir da sua casa, numa mensagem transmitida em directo pelas televisões nacionais, em vez da tradicional mensagem gravada em Belém.

Marcelo Rebelo de Sousa não gravou a mensagem de ano novo no Palácio de Belém, tal como é habitual, mas dirigiu-se em directo aos portugueses, a partir da sua casa, onde está a recuperar de uma operação a uma hérnia umbilical.

A ideia do Presidente da República era dirigir-se aos portugueses a partir das zonas afectadas pelos incêndios este Verão, mas devido à intervenção cirúrgica, tal não foi possível, transmitindo assim a mensagem a partir da sua casa, em Cascais.

Marcelo recorda ano “singular”, de vitórias e tragédias

Na mensagem de ano novo, Marcelo Rebelo de Sousa relembrou as vítimas das tragédias com os incêndios, dizendo que “se o ano tivesse terminado a 16 de Junho (ou se tivesse sido igual por mais seis meses), podíamos falar de uma experiência singular, constituída quase apenas por vitórias”, relembrando a visita do Papa, a vitória na Eurovisão e a recuperação económica do país.

Para Marcelo Rebelo de Sousa, o ano de 2017, “pôs à prova os portugueses: a resistência, o afecto, a iniciativa e a fraternidade militante”, salientando a solidariedade nacional e recordando ainda que “Portugal é onde se encontra um português: nas nossas fronteiras físicas ou por todo o mundo, nas nossas fronteiras espirituais”.

Descomplicador:

Marcelo Rebelo de Sousa dirigiu-se aos portugueses na mensagem de ano novo através da sua casa, em Cascais, onde está a recuperar da intervenção cirúrgica a uma hérnia. Na mensagem, Marcelo recordou o ano “singular” de vitórias, mas também de tragédias, em particular no Verão, devido aos incêndios.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *