Macron afasta Turquia da União Europeia

O presidente turco, Racep Erdogan, esteve em visita de Estado a França, onde ao lado de Emanuel Macron se dirigiu aos jornalistas, numa conferência de imprensa onde os dois líderes não deixaram nenhuma opinião escondida e onde o pragmatismo imperou.

Para Emanuel Macron, presidente francês, “as recentes evoluções” no que toca aos direitos humanos na Turquia, afastam qualquer hipótese da Turquia aderir à União Europeia, com o líder francês a entender que é hora de “abandonar as hipocrisias”.

Erdogan respondeu no mesmo tom, ao dizer que “não podemos implorar permanentemente a entrada na UE” e que os turcos estão “cansados” de estar na “antecâmara” da União Europeia, recordando que dos 16 capítulos de negociação, nenhum foi dado como concluído.

Ainda assim, Macron entende que se deve procurar uma forma de reforçar a “ligação da Turquia e do povo turco com a Europa e contribuir para que o seu futuro se faça tendo presente a Europa, entendendo que esse reforço deve ser feito através de uma cooperação “estratégica e de qualidade” no domínio comercial.

Descomplicador:

Emanuel Macron, presidente francês e Erdogan, presidente turco, não esconderam a falta de consenso para a entrara turca na União Europeia, mas reforçaram o interesse em estabelecer parcerias de âmbito comercial.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *