Rui Rio pede explicações a Santana sobre a Santa Casa e o Montepio

Rui Rio pediu explicações a Pedro Santana Lopes sobre a sua ligação à ideia da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa entrar na banca. O pedido de explicações surgiu depois de Vieira da Silva, ministro com a tutela da Segurança Social, ter ligado Santana Lopes a esta ideia.

“Não faço ataques pessoais, mas peço explicações ‘tintim por tintim’ daquilo que aconteceu”, disse Rui Rio este Sábado, numa conversa com militantes. Rui Rio quer saber mais detalhes sobre esta ideia que, alegadamente, surgiu em plena crise bancária, há dois anos atrás.

“Digo com sinceridade que não posso concordar”, frisou o candidato à liderança do Partido Social Democrata, que recordou ter sido “muito crítico da forma como a banca foi gerida em Portugal durante anos e anos, com erros graves, os maiores dos quais no grupo Espírito Santo”.

Ainda sobre a actual situação do banco Montepior, Rui Rio considera que “o problema do Montepio, as imparidades do Montepio, não decorrem de qualquer acção social, decorrem na mesma de crédito concedido a quem não se deveria ter concedido crédito, a começar pelo próprio grupo Espírito Santo”.

Descomplicador:

Rui Rio pediu explicações a Pedro Santana Lopes sobre a “paternidade” da ideia da entrada da Santa Casa no sector da banca, uma ideia com a qual o candidato à liderança dos sociais-democratas diz não concordar.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *