ANC reúne para forçar saída de Zuma da liderança sul-africana

A Comissão Executiva do Congresso Nacional Africano (ANC) vai reunir para forçar a saída de Jacob Zuma da liderança da África do Sul, que enfrenta uma conjunto de acusações relacionadas com corrupção. O ANC está no poder na África do Sul, desde o fim do apartheid em 1991.

 

Segundo o correspondente da BBC na África do Sul, o ANC vai reunir para exigir que Zuma se retire da presidência sul-africana, depois de recentemente o próprio Secretário-Geral do partido ter reconhecido as acusações de corrupção ao presidente africano.

“Como já terão ouvido, a CNE [Comissão Nacional Executiva] do ANC vai reunir-se amanhã [Segunda-feira] e, porque o povo quer ver isto encerrado, é precisamente isso que a CNE vai fazer”, disse o Secretário-Geral, Cyril Ramaphosa, num discurso comemorativo do nascimento de Nelson Mandela.

Jacob Zuma tem actualmente 75 anos e está na liderança da África do Sul praticamente há dez anos, estando envolvido em vários escândalos de corrupção. Desde que Ramaphosa assumiu a liderança do partido, o ANC, a pressão para Zuma deixar o poder tem aumentado de tom.

Descomplicador:

Jacob Zuma, presidente da África do Sul, está sob forte pressão para deixar a liderança sul-africana, devido ao aumentar de tom das acusações de corrupção e ao crescimento de Cyril Ramaphosa dentro do Congresso Nacional Africano.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *