PS admite quotas no alojamento local

Um dos deputado do Partido Socialista responsável pelo projecto legislativo do alojamento local admite a utilização do sistema de quotas para regular a proliferação de fogos neste tipo de alojamento. “É um modelo admissível” diz Luís Testa.

“As quotas são um modelo admissível. É um modelo que pode merecer acolhimento, mas não temos uma posição fechada, vamos esperar pelas audições”, disse ao Diário de Noticias o deputado socialista, Luís Testa, coordenador do Partido Socialista na Comissão Parlamentar de Economia, onde se vai discutir este projecto legislativo.

Esta abertura pode assim permitir uma aproximação entre a posição do PS e a defendida pelo Bloco de Esquerda e pelo PCP. Ainda assim, o Partido Socialista diz que qualquer medida terá que contar com o contributo relevante das autarquias.

O projecto inicial do Partido Socialista, que caiu por falta de suporte interno, previa a possibilidade de os condóminos bloquearem a emissão da licença para alojamento local num apartamento dentro do prédio.

Descomplicador:

O Partido Socialista está aberto a adoptar o sistema de quotas para controlo do alojamento local, aproximando-se assim da solução preferida pelo PCP e pelo Bloco de Esquerda.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *