Azeredo Lopes garante reforço de investimento na Defesa

O Ministro da Defesa, Azeredo Lopes, comprometeu-se com o reforço de investimento no sector da Defesa, tal como veio pedir o Secretário-Geral da NATO, Jens Stoltenberg. A compra de aviões vai representar um reforço na ordem dos 400 milhões de euros.

“O compromisso que nós temos para com as metas que foram estabelecidas em 2014 mantém-se. Portugal tem intenção de reforçar o investimento e aquilo que gasta em Defesa”, disse o Ministro da Defesa em declarações à Antena 1.

Azeredo Lopes diz ainda que transmitiu essa mesma informação ao Secretário-Geral da NATO, Jens Stoltenberg, aquando da sua visita a Portugal, no final de Janeiro. Portugal tem que canalizar 2% do seu Produto Interno Bruto para o sector da Defesa até ao ano de 2024.

Para Azeredo Lopes, “se não fosse viável, Portugal não afirmava o seu compromisso”, mostrando-se assim tranquilo quanto ao compromisso assumido. Para já, a compra de seis aviões à Embraer, com uma parte da produção a ser feita em Portugal, vai representar um acréscimo de 400 milhões de euros.

Descomplicador:

O Ministro da Defesa, Azeredo Lopes, mostrou-se tranquilo quanto ao compromisso de Portugal de dedicar 2% do Produto Interno Bruto ao sector da Defesa. Apesar de ser um objectivo ambicioso, Azeredo Lopes garante que o país tem condições para o cumprir e que já informou a NATO dessa disponibilidade.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *