Carlos Abreu Amorim deixa direcção da bancada parlamentar

O vice-presidente do Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata, Carlos Abreu Amorim, anunciou a sua demissão da bancada parlamentar, adiantando ainda que não vai assumir qualquer cargo de dirigente na nova direcção encabeçada por Rui Rio.

“Não me parece que seja coerente com a minha própria consciência estar em desacordo com a estratégia que está presente na moção de estratégia global de Rui Rio, discordar dos vectores fundamentais dessa estratégia e estar a dar orientação política aos deputados”, disse Carlos Abreu Amorim aos microfones da TSF, depois de a noticia ter sido avançada pelo jornal i.

Carlos Abreu Amorim só está disponível para assumir posições de relevo no partido caso Rui Rio opte por uma viragem estratégica naquilo que é a sua ideia para o futuro do Partido Social Democrata.

O deputado do PSD defende ainda a continuidade de Hugo Soares como líder parlamentar, acrescentando que “aqueles que se têm afirmado como alternativa possível não oferecem as garantias que Hugo Soares oferece porque não conseguem reunir consensos mínimos no grupo parlamentar”.

Descomplicador:

Carlos Abreu Amorim anunciou a sua saída da direcção do Grupo Parlamentar do Partido Social Democrata, não se mostrando disponível para integrar a direcção de Rui Rio, por discordar da estratégia do novo presidente do PSD.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *