Martin Schulz anuncia saída do SPD depois de acordo com Merkel

O ex-líder do Parlamento Europeu, Martin Schulz, está de saída da liderança do SPD, depois do acordo firmado com Angela Merkel e da sua intenção de ocupar o cargo de Ministro dos Negócios Estrangeiros. O partido vai agora ser liderado por Andrea Nahles, levando assim a coligação a ser liderada por duas mulheres.

 

“Anunciei às instâncias do partido que a partir de hoje deixo as minhas funções”, disse Martin Schulz aos jornalistas, acrescentando que “o SPD necessita de uma renovação em termos de pessoas e de programa”, antes de anunciar a transição da liderada para Andrea Nahles, actual líder parlamentar do SPD.

Martin Schulz perdeu as eleições de 2017, depois de ter deixado o Parlamento Europeu para ser cabeça-de-lista do SPD, anunciando após os resultados que jamais iria integrar uma coligação com a CDU de Angela Merkel.

Esta intenção não se veio a verificar e Martin Schulz está prestes a assumir o lugar de chefe da diplomacia alemã. Schulz registou o pior resultado eleitoral do SPD desde 1945, mostrando-se surpreendido com o fim “abrupto e humilhante” da sua candidatura.

Descomplicador:

Martin Schulz, ex-líder do Parlamento Europeu, vai deixar a liderança do SPD para assumir o lugar de Ministro dos Negócios Estrangeiros. Andrea Nahles, líder parlamentar, será a presidente do SPD.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *