Ramaphosa substitui Jacob Zuma na liderança da África do Sul

Jacob Zuma renunciou com efeitos imediatos à presidência da África do Sul e Cyril Ramaphosa, Secretário-Geral do Congresso Nacional Africano (ANC) já está pronto para assumir o lugar, marcando assim uma viragem numa liderança com nove anos.

Na Terça-Feira, a ANC tinha emitido uma posição oficial em que pedia a saída imediata da Jacob Zuma, devido aos inúmeros casos de corrupção em que está envolvido e horas depois Zuma anunciou na televisão nacional a sua saída da liderança.

“Servi o povo da África do Sul com as melhores das suas capacidades”, disse Zuma na sua declaração de renúncia ao cargo de presidente da África do Sul.

Entretanto, 16 horas depois da renúncia de Jacob Zuma, Cyril Ramaphosa torna-se assim o presidente sul-africano. Com 65 anos e depois de ocupar o lugar de vice-presidente, Ramaphosa chega assim ao lugar mais alto do executivo da África do Sul.

Cyril Ramaphosa é conotado com uma facção mais moderada do partido e era o candidato único, sendo o quinto presidente sul-africano desde que o Congresso Nacional chegou ao poder.

Descomplicador:

Cyril Ramaphosa assumiu já o cargo de presidente da África do Sul, depois da renúncia de Jacob Zuma, após pressão do Congresso Nacional Africano.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *