Guterres nomeia Bloomberg como “enviado especial” para as alterações climáticas

O Secretário-Geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, nomeou o ex-presidente da Câmara de Nova Iorque e milionário Michael Bloomberg como enviado especial da ONU para as alterações climáticas.

Guterres adiantou para já que Michael Bloomberg vai promover a realização de uma grande conferência mundial sobre esta temática, que pretende alavancar a aplicação do Acordo de Paris, que compromete os países com a redução de gases de efeito de estufa, pós-Quioto.

Michael Bloomberg é há vários anos um defensor da utilização de energias limpas, acreditando que os Estados Unidos da América vão acabar por dar cumprimento ao Acordo de Paris apesar da saída de Donald Trump das conversações.

Detentor de uma fortuna avaliada em 50 mil milhões de dólares, Bloomberg tem sido um forte impulsionador do Acordo de Paris, tendo já realizado diversas intervenções, formais ou informais, por forma a convencer vários países a aderir ao acordo e a não seguir o exemplo de Donald Trump.

Descomplicador:

António Guterres nomeou Michael Bloomberg, ex-presidente da Câmara de Nova Iorque e milionário, como enviado especial da ONU para as alterações climáticas. Bloomberg terá como grande missão sensibilizar os países para a adesão ao Acordo de Paris.

 

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *