“O pragmatismo é uma desculpa esfarrapada” diz Filipe Lobo D’Ávila

O ex-porta-voz do CDS, Filipe Lobo D’Ávila, deu uma entrevista ao jornal Público em jeito de antevisão do Congresso do CDS, onde desta vez não vai apresentação uma Moção Global de Estratégia, mas onde vai intervir, não colocando de parte integrar uma lista ao Conselho Nacional.

Filipe Lobo D’Ávila, que é visto como uma das caras da oposição interna, foi mais branco nas críticas a Assunção Cristas, face há dois anos atrás, mas ainda assim disse que, “muitas vezes tenho dúvidas sobre a posição do CDS em relação a um conjunto de aspectos-chave. Julgo que o pragmatismo é uma desculpa esfarrapada (…)”, disse o deputado centrista, que pede uma clarificação em temas como as questões do direito à vida, a adopção e as questões do casamento.

Lobo D’Ávila critica ainda o facto de, “a moção de Assunção Cristas é muito pragmática, não fala de valores, não fala da identidade do CDS, é uma moção que, em 17 páginas, acaba por ser um relatório de actividades e contas, e não uma moção de estratégia global”, Apesar das críticas, o deputado centrista diz que se sente confortável no Grupo Parlamentar, graças ao trabalho do líder da bancada, Nuno Magalhães.

Filipe Lobo D’Ávila assumiu um papel de maior destaque no último mandato de Paulo Portas e foi critico de Assunção Cristas no congresso que elegeu a actual líder do CDS. Lobo D’Ávila critica ainda a falta de poder de encaixe da actual liderança para com as críticas internas, e defende que o CDS deve apoiar Marcelo Rebelo de Sousa nas próximas presidenciais, bem como concorrer sozinho às eleições europeias de 2019.

Descomplicador:

Filipe Lobo D’Ávila, ex-porta-voz e deputado do CDS, diz que o CDS devia clarificar algumas posições ideológicas e critica a atitude de pragmatismo da actual liderança. A figura que liderou a oposição interna nos últimos anos defende que a moção de Assunção Cristas “não fala da identidade do CDS”.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *