Congresso CDS: Assunção perde espaço no Conselho Nacional

Assunção Cristas foi reeleita esta manhã como presidente do CDS, mas registou uma menor percentagem de votos, tanto para a Comissão Politica Nacional como para o Conselho Nacional, o mais importante órgão entre congressos. A principal alteração deu-se com a entrada de mais mulheres.

Em 2016 obteve quase 96% dos votos e este ano a fasquia baixou para os 89%, numa Comissão Politica Nacional onde entraram Isabel Galriça Neto, a principal cara do partido na luta contra a eutanásia e ainda Raquel Vaz Pinto, que vai integrar a lista para as eleições europeias.

Para o Conselho Nacional, a lista apoiada por Assunção Cristas, encabeçada pelo advogado António Lobo Xavier, registou 72,8%, conquistando 51 dos 70 lugares, enquanto a lista de Filipe Lobo D’Ávila, um dos principais críticos, registou 18,5%, o que equivale a 13 conselheiros, menos três do que em 2016. Ainda assim, com o aparecimento de uma lista liderada por Abel Matos Santos, da Tendência Esperança em Movimento, os opositores de Cristas ganharam espaço, com estes últimos a conquistarem seis lugares, com 8,5% dos votos.

Já no que toca à Mesa do Congresso, a percentagem foi de 86,9%, enquanto a Mesa do Conselho Nacional, liderada por Telmo Correia, registou 87,7% dos votos.

A nova Comissão Executiva do CDS é agora constituída por um terço de mulheres, com a entrada de Isabel Galriça Neto e de Raquel Vaz Pinto, mas também de Graça Canto Moniz, um dos elementos do grupo que vai preparar o programa eleitoral. Miguel Morais Leitão e Miguel Moreira da Silva foram as saídas do órgão executivo do partido.

Descomplicador:

Assunção Cristas foi reeleita presidente do CDS com 89% dos votos, baixando dos 96% conquistados em 2016. No Conselho Nacional, os opositores ganharam três lugares à lista de Assunção, que ainda assim tem uma larga maioria de 51 dos 70 lugares.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *