PGR abre inquérito a Feliciano Barreiras Duarte

A Procuradoria Geral da República abriu um inquérito ao caso que envolve Feliciano Barreiras Duarte, secretário-geral do PSD, e a sua nota curricular sobre o estatuto de “visiting scholar” na Universidade de Berkely, na Califórnia.

Em nota enviada à imprensa, a PGR informa que “recolheu elementos” e que os enviou ao Departamento de Investigação e Acção Penal de Lisboa. “Na sequência de notícias vindas a público, a Procuradoria-Geral da República procedeu à recolha de elementos. Esses elementos foram encaminhados para o DIAP de Lisboa com vista a inquérito”, diz a nota enviada.

Em causa está a nota curricular de Feliciano Barreiras Duarte, secretário-geral do PSD, sobre o seu estatuto numa universidade norte-americana, bem como a apresentação de um documento alegadamente forjado, que comprovava esse estatuto.

Dias mais tarde depois de ter surgido esta investigação, veio também a público que Feliciano Barreiras Duarte tinha também colocado esse estatuto de “visiting scholar” no documento apresentado na tese de mestrado, algo que foi já criticado pelo júri da prova.

Descomplicador:

A Procuradoria Geral da República abriu um inquérito ao caso que envolve o secretário-geral do PSD, Feliciano Barreiras Duarte, tendo em conta as acusações públicas de falsificação de documentos.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *