FARC garantem lugar no Congresso colombiano

As FARC garantiram recentemente a sua entrada no congresso colombiano, devido ao acordo de paz firmado com José Manuel Santos, apesar da baixa percentagem que conquistaram nas urnas. Álvaro Uribe, ex-presidente da Colômbia, foi o candidato mais votado para o Senado e o seu candidato o mais votado nas primárias presidenciais.

A agora renomeada Força Alternativa Revolucionária Comum conquistou apenas 85 mil votos, correspondente a 1% dos votos, um número que não permitia em condições normais a entrada no congresso da Colômbia.

Ainda assim, devido ao acordo de paz firmado com o executivo colombiano, as FARC garantem a entrada de cinco representantes no Senado e cinco elementos na Câmara dos Representantes. “Hoje é um dia histórico para a Colômbia. É a primeira vez na vida que voto e faço-o pela paz”, disse o ex-comandante dos rebeldes, Pablo Catumbo, agora senador.

Álvaro Uribe, presidente da Colômbia entre 2002 e 2010, foi o candidato mais votado nas legislativas, enquanto nas primárias para as presidenciais, que decorreram em simultâneo, foi o candidato apoiado por Uribe a sagrar-se vencedor. Ivan Duque conquistou conquistou mais de quatro milhões de votos.

Descomplicador:

As FARC somaram apenas 85 mil votos nas legislativas colombianas, o que em condições normais não garantia a entrada no congresso. Ainda assim, devido ao acordo de paz assinado com José Manuel Santos, as FARC serão representadas por cinco membros no Senado e outros cinco na Câmara dos Representantes.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *