Tribunal rejeita recurso de Lula. Ex-presidente já só tem uma hipótese

O Tribunal Regional Federal de Porto Alegre rejeitou o recurso interposto por Lula da Silva, com o ex-presidente a ter agora só mais uma instância para recorrer antes de ser definitivamente detido. Lula da Silva foi condenado a 12 anos e um mês de prisão.

Os três magistrados do tribunal de Porto Alegre foram unânimes ao não aceitar o pedido de recurso do ex-presidente brasileiro, tornando-o assim inelegível para eleições durante oito anos, devido à Lei da Ficha Limpa, onde  qualquer pessoa que tenha sido condenada a mais de oito anos por um coletivo de juízes, ainda que possa recorrer.

Agora a defesa de Lula da Silva vai recorrer para o Supremo Tribunal Federal, onde vai pedir um habeas corpus que será analisado no dia 4 de abril. Caso este recurso seja rejeitado, Lula da Silva pode mesmo vir a ser preso para cumprir a pena a que foi condenado.

O Partido dos Trabalhadores (PT) queria apresentar Lula da Silva às eleições presidenciais, mas essa hipótese está agora fora de hipótese devido à decisão do Tribunal Federal de Porto Alegre, existindo ainda o risco de Lula vir mesmo a ser preso.

Descomplicador:

O Tribunal Regional Federal de Porto Alegre recusou o recurso de Lula da Silva, tornando-o assim inelegível durante os próximos oito anos. Lula da Silva já só pode recorrer para o Supremo Tribunal e caso a decisão seja negativa poderá mesmo ser preso definitivamente.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *