Rui Rio lança primeiras exigências a António Costa

O presidente do Partido Social Democrata, Rui Rio, lançou nos últimos dias as primeiras exigências ao executivo de António Costa, reconhecendo até que será “muito dificil” o PSD abster-se ou votar a favor do próximo Orçamento do Estado.

Rui Rio disse ontem que será “muito difícil, quase impossível” que o PSD vote a favor ou se abstenha no próximo Orçamento do Estado apresentado pelo Partido Socialista, “apoiado pela esquerda das esquerdas”.

O líder social-democrata considera que é “muito difícil que este Governo, apoiado pelos partidos da extrema-esquerda, esteja capaz de apresentar um orçamento que possa ir ao encontro dos princípios que o PSD tem defendido e que ao longo destes anos o PS não tem feito”.

Rui Rio colocou ainda a fasquia elevada para o executivo de António Costa, ao falar sobre o défice. Para Rio, “aqueles que dizem que o défice é de 3% para atacar o Governo para o ano vão ter um problema: seja qual for o défice, o Governo vai sempre poder dizer que melhorou, mesmo que o défice seja 1,1%, e não é isso que exigimos (…) Queremos que, em 2018, o défice seja menos de 0,9%, substancialmente menos que 0,9%”.

Rio aponta como “fundamental uma estratégia orçamental que levasse a uma redução da carga fiscal. Têm de ser sempre reduções pequeninas, mas em vez de haver aumentos pequeninos, haver reduções pequeninas”, diz.

Descomplicador:

Rui Rio lançou as primeiras exigências ao executivo de António Costa, considerando que será “muito difícil” o PSD votar a favor ou abster-se no próximo Orçamento do Estado apresentado pelos socialistas e pedindo uma redução da carga fiscal.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *