Partido dos Trabalhadores muda-se para Curitiba e reforça confiança em Lula

O Partido dos Trabalhadores, que elegeu Lula da Silva e Dilma Roussef, vai mudar a sua sede provisoriamente para Curitiba, o estado brasileiro onde está detido o ex-presidente.

Para além da transferência provisória da sua sede nacional para Curitiba, o Partido dos Trabalhadores reafirmou a sua posição politica de candidatar Lula da Silva às eleições presidenciais, não recuando na sua posição, mesmo depois de Lula se ter entregue às autoridades.

“Decidimos reafirmar a candidatura do presidente Lula. É o nosso candidato sob qualquer circunstância”, disse Gleissi Hoffmann, presidente do partido, que garantiu ainda que, “a libertação de Lula constitui a sua candidatura efetiva à presidência do Brasil, pelo que vamos lutar muito pela candidatura de Lula”.

O Partido dos Trabalhadores tem no entanto de encontrar forma de contornar a impossibilidade legal de colocar Lula da Silva na corrida ao Palácio do Planalto. A lei brasileira diz que os condenados em segunda instância estão proibidos de se candidatarem a cargos públicos por um período de oito anos.

Descomplicador:

O Partido dos Trabalhadores reafirmou a sua aposta em Lula da Silva na corrida ao Palácio do Planalto e decidiu ainda mudar, provisoriamente, a sua sede nacional para Curitiba, onde o ex-presidente se encontra detido por ordem do juiz Sérgio Moro.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *