São Bento “fecha” para obras

António Costa e os serviços de apoio ao Primeiro-Ministro vão deixar temporariamente São Bento por motivo de obras. Costa e a sua equipa vão para as instalações do Ministério da Agricultura, no Terreiro do Paço, até estarem concluídas as reabilitações em São Bento.

Segundo o Expresso, a mudança dá-se devido à urgência de obras em São Bento, depois de alguns relatórios que colocam em causa a própria segurança do palácio onde trabalha o Primeiro-Ministro. Problemas eléctricos, de ar condicionado, de sistemas anti-incêndios, entre outros, são alguns dos pontos mais urgentes para resolver.

Assim, com a mudança da Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, para Algés, António Costa vai ocupar de forma temporária as instalações no Terreiro do Paço, juntando-se assim a um conjunto de ministérios naquele emblemático espaço lisboeta.

Ainda segundo o Expresso, o Primeiro-Ministro deverá voltar a São Bento ainda antes do feriado do 5 de Outubro, data para a qual está previsto o retomar de iniciativas públicas no local. Já enquanto presidente da autarquia de Lisboa, António Costa deixou as instalações no Largo do Município para ocupar um edifício no Intendente, embora aí o tenha feito por outros motivos.

Descomplicador:

António Costa vai deixar temporariamente a residência oficial em São Bento, deslocando o seu gabinete de trabalho para o Terreiro do Paço, para as antigas instalações do Ministério da Agricultura, de onde saiu a Ministra do Mar.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *