Hospital de Santa Maria sem capacidade de resposta para casos oncológicos

O Hospital de Santa Maria, em Lisboa, está sem capacidade de resposta para os casos oncológicos que tem sob a sua responsabilidade. O director do serviço, Luis Costa, colocou hoje a possibilidade de abrir lista de espera, o que não é recomendável, em particular, nesta área.

“Estou quase a abrir [lista de espera] porque não tenho médicos para tantos doentes nem tenho espaço. (…) Começámos na semana passada, não conseguimos tratar os doentes que estavam previstos e tivemos que adiar [os tratamentos] uma semana”, disse o director do serviço de oncologia aos microfones da TSF.

Luis Costa esclarece que não teve problemas com medicação, mas sim ao nível de espaço e de recursos humanos, acrescentando ainda que, “os médicos pensam menos tempo sobre os doentes que têm e, como é óbvio, [nestas circunstâncias] tomam piores decisões”, esclarece o director do serviço.

O director do serviço de oncologia do Hospital de Santa Maria acrescenta que, “tenho pessoas que queriam ficar no meu serviço, mas não são abertas vagas para isso. Há cada vez mais doentes, preciso de mais médicos, há médicos que querem ficar no serviço com o ordenado que é oferecido no sistema nacional de saúde e não são abertas vagas para as pessoas poderem ficar”, lamenta o clínico.

Descomplicador:

O director do serviço de oncologia do Hospital de Santa Maria critica a falta de espaço e de recursos humanos, lamentando o facto de estar a ponderar abrir lista de espera, num serviço em que, particularmente, não é recomendável.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *