Congresso JP: Presidente da distrital de Lisboa passa a Secretário-Geral nacional

O presidente da Juventude Popular, Francisco Rodrigues dos Santos, foi reeleito presidente da estrutura no 23º congresso nacional, que se realizou nos dias 26 e 27 de maio, em Peniche. A lista vencedora registou poucas mudanças nos nomes, mas muitas nos lugares.

Uma das principais mudanças é a saída de Francisco Tavares da Secretaria-Geral, para dar lugar a Francisco Kreye (ex-vogal da CPN), presidente da distrital de Lisboa da Juventude Popular. A acompanhar Francisco Kreye, como secretários-gerais adjuntos estão Catarina Marinho, João Nuno Martins, Maria do Rosário Pires da Silva, João Leonardo Martins e Carolina Telles Ferreira, numa reformulação total da equipa.

Francisco Tavares passa assim a vice-presidente da estrutura, sendo uma das novidades, bem como Hélder Correia (ex-Comissão de Fiscalização), Inês Vargas (ex-vogal da CPN) e Luis Pedro Mateus, que já tinha esse lugar por via do Gabinete de Estudos, mas que agora passa definitivamente a vice-presidente. Neste lugar mantêm-se ainda Francisco Mota, Francisco Laplaine Guimarães e Fábio Seguro Joaquim.

Ângelo Miguel passa de secretário-geral adjunto para Coordenador Nacional Autárquico, garantindo também assento, por inerência, na Comissão Politica Nacional. Os vogais da Comissão Politica Nacional passam de 14 para 22 elementos.

Nos outros órgãos da Juventude Popular, Tiago Loureiro deixa a liderança do Congresso (por limite de idade), que será assumida por Frederico Sapage Pereira, enquanto a Comissão de Jurisdição e Fiscalização mantém-se liderada por Marta Carvalho Esteves e a Comissão de Disciplina por André Levi (ex-vogal da CPN).

No Gabinete de Estudos Gonçalo Begonha, Jorge Miguel Teixeira passa de vice-coordenador para coordenador, garantindo também um lugar de vice-presidente, por inerência. Jorge Miguel Teixeira é um dos nomes que está a construir o próximo programa eleitoral do CDS.

A mesa do Conselho Nacional será liderada por Hugo Nunes (ex-vice-presidente da CPN), com a saída de Francisco Soromenho Marques, que foi o primeiro conselheiro nacional, eleito em congresso.

Descomplicador:

Francisco Rodrigues dos Santos foi reeleito presidente da Juventude Popular, no congresso realizado nos dias 26 e 27 de maio, mas foram várias as alterações na lista do presidente reeleito.

Publicado por: Miguel Dias

Licenciado em Jornalismo pela Escola Superior de Comunicação Social. Assessor de comunicação numa federação desportiva, colabora com a imprensa regional na sua cidade, Almeirim e criou um conjunto de projectos temporários sobre politica local e nacional. Fundou ainda uma rádio regional e é comentador convidado de ténis da Eurosport.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *